A Oração da Necessidade

Salat Al-Hája


O verdadeiro muçulmano se volta para Deus, Exaltado e Grandioso seja, em todas as circunstâncias e a respeito de todos os assuntos, tanto os pequenos como os grandes, pois Deus, Todo-Poderoso e Majestoso, é o refúgio e a Ele é que retornamos e nos voltamos.

Assim agia o Mensageiro de Deus; sempre que o afligia algum problema, ele recorria ao seu Senhor, Glorioso, Generoso, Absolvedor e o Misericordioso.

E foi deste modo que nos ensinou o nosso fiel Mensageiro (Deus o abençoe e lhe dê paz) e nos ordenou caminhar, segundo os seus ensinamentos e as suas tradições.

Quando algum muçulmano se encontra sob os efeitos dos conflitos deste mundo, ou sofre algum apuro ou padece calamidades, das quais raramente alguém escapa, necessita de Deus, Todo-Poderoso e Glorioso, para dissipar o peso das penas e resolvê-las; ou quando um dos filhos de Adão se encontra em necessidade, será preciso que Deus, Todo-Poderoso e Glorioso, o ajude, para dissipar aquilo que lhe aconteceu. É ai, então, que ele deve fazer esta oração, conforme nos ensinou o nosso amado Mensageiro, para que Deus o recompense, em nosso nome, da melhor maneira que um Profeta possa recompensado por sua comunidade.

Abdullah Inb Abi Aufa contou que o Profeta de Deus disse:

“Se alguém quiser pedir algo a Deus, Exaltado seja, ou a um dos filhos de Adão, que faça a ablução de Deus, e diga: “Não há outra divindade além de Deus, Prudentíssimo e Generosíssimo; glorificado seja o Senhor do Trono Supremo; louvado seja Deus, Senhor do Universo. Peço-Te as motivações da Tua misericórdia e pelos feitos que se hão de realizar, pela Tua absolvição e pela proteção de cada pecado; não me deixei nenhum pecado sem que o absolvas, nenhuma preocupação sem que a dissipes, e nenhuma necessidade, sem que a resolvas, sempre com a Tua complacência. És o mais misericordioso dos misericordiosos”. Em seguida, peça dos assuntos deste mundo e do outro porque será atendido.” (Transmitido por At-Termizi, Na-isái e Ibn Maja)

Deus, Todo-Poderoso e Majestoso, destina a você o que quiser, baseando-Se em Sua sabedoria, e não esquecerá a recompensa de quem tiver feito as melhores obras.

Dirija-se a Deus com toda a sua consciência e sentimento, e espere a graça d’Ele, Todo-Poderoso e Majestoso, porque a Ele compete agraciar, compete a generosidade de dar e a dissipação das calamidades.

Todo o bem está em se recorrer unicamente a Deus, Glorificado e Majestoso seja. Recorra a Deus e não socorra em outros.

Àquele que se refugia no Rei, Majestoso, Ele bastará.

Louvado seja Deus, Senhor do Universo.