Sobre os passos do bem-amado Muhammad

INTRODUÇÃO 

Que a Paz e as bênçãos de Allah estejam sobre nosso amado Profeta Muhammad, o Profeta mais nobre!

Rogo a Allah que aceite nossas obras e ações do bem e que as inclua em nossa balança de obras.

Hoje começo com a pergunta: Estão preparados para o mês do Ramadan?

Estão preparados para um ano novo repleto de trabalhos duros e de uma melhor adoração a Allah, Louvado Seja, com a intenção de se aproximar mais D’Ele? Estão preparados com todas as vossas boas intenções?

Hoje falaremos de dois assuntos: O primeiro assunto gira em torno do mês de Ramadan, suas virtudes e de como agirmos durante este mês sagrado. O segundo trata-se de uma introdução da Sirah, ou seja, Biografia da vida do Profeta Muhammad (que a Paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).

O mês de Ramadan:

Você pode imaginar o valor dos dias que estamos vivendo no Ramadan?

Nesse sentido gostaria de lembrá-los do dito do Profeta Muhammad (que a Paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) no qual ele diz: “Quando chega o mês de Ramadan abrem-se às portas do Paraíso, fecham-se às portas do Inferno e os demônios ficam acorrentados” (Narrado por Abu Huraira: Sahih Bukhari, vol 3, livro 31, número 123)

Assim sendo, jamais pense em deixar escapar de você as virtudes deste mês.

Bom, mas qual é o thauab, ou seja, recompensa do mês de Ramadan?

Podemos resumir essa recompensa em 6 pontos principais:

1) O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse:

“Quem jejuar no mês do Ramadan com fé e com esperança da sua recompensa, serão perdoados seus pecados anteriores” (Narrado por Abu Huraira: Sahih Bukhari, vol. 3, livro 3, livro 31, número 125)

Portanto existem duas condições para que sejam perdoados seus pecados anteriores (e não importa quantos eles sejam): Primeiramente que você jejue com fé sincera, ou seja, você não deve jejuar por costume e sim por amor a Allah, Louvado Seja. E segundo que jejues com esperança da recompensa de Allah, Louvado Seja.

Alguém poderia dizer: “Oh, mas é muito difícil para eu seguir sendo tão sincero durante todos os 30 dias”. O Profeta Muhammad (que a Paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem pratique orações durante as suas noites (ou seja, do Ramadan) com fé e buscando a recompensa de Allah, serão perdoados seus pecados anteriores” (Narrado por Abu Huraira: Sahih Bukhari, vol.3, livro 31, numero 226)

Assim você conseguirá que sejam perdoados seus pecados anteriores somente mantendo a oração noturna durante todo o mês, com as condições mencionadas antes.

Outra pessoa poderia dizer: “Mas o que aconteceria se eu  perdesse a oração de uma noite ou de mais de uma noite do Ramadan por causa do sono?” O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Quem praticar orações durante a noite na  Noite do Decreto com fé e com esperança de alcançar a sua recompensa, serão perdoados todos os seus pecados anteriores”(Narrado por Abu Huraira: Sahih Bukhari, vol. 3, livro 31, número 125)

O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) também disse: “e estão a serviço de Allah anjos que libertam as pessoas do inferno. E isso acontece em cada noite” (Narrado por Abu Huraira: Sahih Bukhari, livro 4, número 1682)

Allah, Louvado Seja, examina os corações de Seus servos para ver a sua sinceridade. Cada noite do Ramadan, os anjos escrevem os nomes daqueles que serão liberados do Inferno.Somente Allah, Louvado Seja, sabe quem são. Isto não se limita aos eruditos, pode se tratar de uma jovem de 17 anos cujas noções religiosas são limitadas, assim como também pode se tratar de um senhor cujos pecados são numerosos, mas que tem uma intenção sincera de se aproximar de Allah, Louvado Seja, durante este mês, esperando a Sua Misericórdia.

Além disso, se Allah, Louvado Seja, lhe liberar do fogo neste mês, isso significa que você tem a garantia de que Ele lhe liberou do fogo do Inferno, porque Ele é Generoso.

Quando, por exemplo, um árabe nobre liberava um servo, nunca voltava a capturá-lo. Então o que dizer de Allah, Louvado seja, O mais Nobre e Generoso? Mesmo que após o Ramadan você cometa pecados, porque não será pior do que antes do Ramadan, isso porque seus bons atos se imporão sobre os seus pecados.

Com um cálculo simples, você reconhecerá a quantidade enorme da recompensa que você poderá ganhar durante o mês do Ramadan. Escolhamos então a Oração de Dhohor (Oração do meio-dia): Rezando o Dhohor você terá registrado 10 virtudes. Rezando o Dhohor em Jama’a (em grupo) suas virtudes aumentam para 27 vezes mais do que se você rezar sozinho.

Se você faz isso no Ramadan, isso será multiplicado por 70 e somando as virtudes das 5 orações obrigatórias você terá registrado 94 500 virtudes. São quase 100.000 virtudes, ou seja, equipara-se a recompensa de uma oração feita na Mesquita Sagrada em Makkah. Isso é o que você ganharia por apenas cumprir com as 5 orações obrigatórias de 1 só dia do Ramadan.

Com respeito à recitação do Quran, aquele que recitar uma letra do Quran lhe será registrada uma virtude e uma virtude é multiplicada por 10 como recompensa. Se você fizer isso no Ramadan serão multiplicadas por 70 e deste modo imagine as virtudes que você conseguirá por recitar todo o Alcorão no mês do Ramadan, será um número enorme de virtudes!

Com respeito ao thauwab (recompensa) do jejum em si, ninguém sabe qual é a recompensa em exato, exceto Allah, Louvado Seja. O Profeta Muhammad (que a paz e as benção de Allah estejam com ele) disse: “Allah, Louvado Seja, disse: ‘Todos os atos bons dos filhos de Adão são para eles, exceto o jejum que é para Mim e Eu registrarei a recompensa  do Meu servo por ele.’” (Narrado por Abu Huraira: Sahih Bukhari, Vol.3, livro 31, número 128)

Assim sendo, você somente conhecerá a recompensa do jejum no Dia do Juízo. Basta saber que o mau hálito que sai da boca de um jejuador é mais agradável para Allah, Louvado Seja, que o perfume do al Misk (Almíscar: uma famosa fragrância árabe de perfume agradável). Assim você pode imaginar a recompensa que lhe espera.

Alguém poderá se perguntar: “Porque Allah, Louvado Seja, registra para nós todas essas recompensas?” Simplesmente porque Ele é o mais Generoso, o Magnânimo. Ele quer estender a Sua Misericórdia sobre nós, e você deve aproveitar tudo o que Ele está lhe oferecendo durante os abençoados dias do Ramadan.

Se você for ler os versículos do Quran que falam do jejum na Sura Al Bacara (A Vaca)  fixarás seus olhos no último versículo que podemos traduzir da seguinte maneira:

“Quando Meus servos te perguntarem de Mim, dize-lhes que estou próximo e ouvirei o rogo do suplicante quando a Mim se dirigir. Que atendam o Meu apelo e que creiam em Mim, a fim de que se encaminhem.” (Al Quran 2:186)

Esse versículo mostra a relação existente entre a súplica do jejuador e a resposta da mesma.

Por isso você deve manter as suas súplicas a Allah, Louvado Seja. Escolha quatro ou cinco súplicas e mantenha-as durante todo o mês. Os companheiros do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumavam fazer isso. Disseram: “Nós suplicávamos a Allah, Louvado Seja, no Ramadan, e não alcançávamos o Ramadan seguinte sem que as nossas súplicas tivessem sido correspondidas”.

Decidamos todos neste Ramadan suplicar a Allah, Louvado seja, que iremos pedi-Lo que haja o ressurgimento da Ummah (da Nação Islâmica). Ontem uma senhora me ligou pedindo que eu pedisse às pessoas para suplicar a Allah, Louvado Seja, para que cure o seu filho. Ela disse: “Estou certa disso porque o Ramadan é um mês no qual as súplicas são correspondidas”. E ela estava muito certa disso.

A Noite do Decreto equivale a 1000 meses, e 1000 meses equivalem a 84 anos que é a média da vida de um ser humano. Se você conseguir adorar a Allah, Louvado Seja, nesta noite (como realmente deveria ser adorado), então será como se tivesse adorado a Ele por 84 anos. Isto não se aplica apenas para as orações, mas também quando você derrama lágrimas por temor a Allah, Louvado Seja, e também quando você beija as mãos dos seus pais ou quando faz atos benéficos. Allah, Louvado Seja, fala orgulhosamente destes seus servos para os anjos. Com isso já basta para que nós nos apressemos em Comprazer a Allah, Louvado Seja, porque não sabemos quanto nos resta desta vida mundana.

No entanto, todas essas retribuições não serão registradas a aqueles que somente jejuam com seus estômagos, sendo que existem 3 tipos de jejuns. O primeiro é do estômago que consiste em deixar de comer e beber. O segundo é quando além disso os membros do corpo também jejuam, ou seja, é quando todos os seus membros não cometem pecados durante o mês. Sendo então que em cada dia depois do pôr do sol você quebrará o jejum do alimento, mas nunca irá fumar um cigarro, aceitar suborno, ver coisas indecentes, dizer mentiras, ir a um local proibido ou insultar alguém. O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Aquele que não abandonar o falso testemunho e as más ações, Allah não tem necessidade que se abstenha de comer ou beber (ou seja, Allah não aceitará seu jejum)” (Narrado por Abu Huraira: Sahih Bukhari, vol.3, livro 32, número 127)

Jejue perfeitamente este ano, jejue com todo o seu corpo, inclusive, e este é o terceiro tipo, com seu coração. É maravilhoso conseguir que seu coração da mesma forma jejue.

Portanto temos as pessoas que jejuam o jejum do estômago, mas nós não precisamos deste tipo porque estes dificilmente conseguirão a salvação do fogo (só Allah sabe). Depois temos aqueles cujos membros e órgãos jejuam igualmente. Portanto existe um tipo ainda melhor: Aqueles cujos corações também jejuam, pois nada ocupa seus corações exceto Allah durante todo o mês, estes dizem: “Oh Senhor meu sou completamente Seu”.Você consegue fazer o mesmo?  Você consegue jejuar durante os 30 dias com seu coração?  Isso significa que você fala de Allah, fala para Allah e fica em silêncio por Allah. Isto significa que a sua vida deve estar perto de Allah, com Allah e para Allah. Isso não quer dizer que você não deverá praticar seus deveres diários e sim que você se dedicará a comprazer Allah por inteiro.

Vamos fixar para nós um lema no Ramadan, sendo que cada vez que o Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) estava a ponto de embarcar em um assunto sério acostumava a fixar um lema para seus companheiros fazendo-os refletir sobre ele e trabalhar para consegui-lo.

Sendo assim, fixarei alguns lemas para que vocês escolham um dentre eles:

Reflita no de Moisés (que a paz esteja com ele): “Apressei-me até  Ti, ó Senhor, para comprazer a Ti” (Sura 20:84)

No de Abraão (que a paz esteja com ele): “E disse (Abraão): Vou para meu Senhor, que me encaminhará” (Sura 37:99)

Ou peguemos como lema o versículo: “Emulai-vos em obter a indulgência do vosso Senhor” (Sura 3:133)

Permitam que fixemos o seguinte lema:

Vou adorar-Te, Oh Senhor, como nunca adorei antes”.

Escrevamos este lema e vamos fazer o acordo de o realizarmos.

Depois de sabermos a recompensa do Ramadan, vamos ver o que faremos durante o Ramadan deste ano. Vamos combinar sobre 6 pontos. Mas antes vamos fixar uma tabela de atividades que complementaremos sejam quais forem as nossas circunstâncias. Vamos nos movermos juntos como um só bloco no caminho de Allah. Nossa tabela terá seis colunas e trinta linhas e a cada dia do Ramadan, marcaremos cada quadrinho com um “X”. Imagine a sua felicidade ao ver que cumpriu tudo o que contém o quadro.Imagine a recompensa se todos nós nos reunimos e  cumprirmos juntos. Que recompensa! Ninguém de nós estará sozinho, pois todos nós nos moveremos para que Allah esteja orgulhoso de nós perante Seus anjos.

Essas seis coisas são uma fórmula do Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e são as coisas fundamentais que ele acostumava a se concentrar durante o Ramadan.

Quais são essas seis coisas que iremos seguir?

1)    Rezar todas as orações obrigatórias em congregação (Jama’a), homens e mulheres, durante todo o mês de Ramadan.

2)    Dar uma caridade diariamente. O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) era muito generoso, e era mais generoso ainda no Ramadan. Comparavam-no com o vento enviado que não deixa nada atrás dele porque costumava dar tudo o que possuía, não conservando nada para ele. Por isso você deve imitar ao seu Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) e fixar você mesmo uma soma de dinheiro que esteja disposto a dar em caridade durante o mês de Ramadan.

3)    Manter os vínculos familiares, ou fazer o bem para os seus pais todos os dias. Veja-os e beije suas mãos, chame os seus parentes ou reconcilie-se com aqueles com quem tenha discutido anteriormente. Faça isso pela Misericórdia de Allah.

4)    Fazer súplicas (du’a) diariamente. Iremos nos concentrar em duas súplicas básicas e após isso cada um poderá escolher as suas próprias súplicas. Suplicaremos a Allah a salvação do fogo e que o ressurgimento de nossa Ummah (Nação islâmica) aconteça através de nós. Essa é a nossa esperança, a esperança de que o Ramadan deste ano seja um giro na nossa história.

5)    Completar a leitura de todo o Al Qur’an nas tuas orações de Qiyam (Orações depois da última oração obrigatória).

6)    Fazer uma boa ação cada dia (guiar uma pessoa ao caminho de Allah, ajudar alguém, etc)

Bom, o Ramadan é o mês de trabalho duro e todas as nossas vitórias se realizaram efetivamente durante o Ramadan.

Vamos seguir os exemplos dos companheiros do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) aprendendo através deles como efetuarmos esse equilíbrio. Vamos todos nos comprometer a realizar efetivamente esses seis pontos, e aquelas que garantirão o êxito do cumprimento dessa tabela de atividades serão as mulheres, porque uma mulher quando coloca algo em sua mente, insiste e lembra a todos que estão em sua volta acerca disso. Não conseguiremos êxito sem a ajuda das mulheres.

Estou muito otimista este ano. Tenho a esperança muito forte de que iniciaremos uma nova página em nossas vidas depois do Ramadan e de que o ressurgimento da nossa nação terá seu começo no Ramadan deste ano.

Cada dia antes de vir aqui passo pela Mesquita do Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) para saudá-lo levando esse sentimento de esperança e segurança de que algo enorme ocorrerá depois do Ramadan.

O Ramadan se parece com a estação do inverno para a terra. O inverno chega trazendo benefícios e a chuva para abastecer a terra de todas as suas necessidades, e com seus benefícios as plantas crescem e as criaturas bebem. A terra é muito inteligente porque armazena estes benefícios em suas entranhas para usá-los no restante do ano. Do mesmo modo o Ramadan vem para proporcionar à Nação a força espiritual e ética que esta necessita, mas a Nação irá armazenar essa força para utilizá-la durante o restante do ano? Esta é a nossa esperança este ano.

O Ramadan é como o fluxo e o refluxo. Quando vem semelhante ao refluxo junto dele vem à diminuição dos caprichos, preguiça e avareza e aumenta a obediência, a força e a generosidade.

A Sirah (Biografia) do Profeta Muhammad (que a paz e as bençãos de Allah estejam sobre ele):

Neste mês vamos falar juntos sobre a Sirah (biografia) do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).

Seguiremos a história da sua vida desde seu nascimento até sua morte. Cada dia nos encontraremos através desse espaço para falar dele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). À distância deste lugar onde estamos emitindo o programa e a sua Mesquita, onde ele está enterrado, é de somente 300 metros. Insistimos em transmitir os episódios deste lugar particularmente para fortalecer a nossa sensação. Quem sabe, melhor ainda, esse mesmo lugar onde estou sentado, tenha testemunhado alguma vez os passos do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ou tenha sido testemunha de um de seus discursos. Ou melhor, esse mesmo lugar foi testemunha das feridas, agonias e sacrifícios dos companheiros do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele e que Ele esteja comprazido deles) para nos transmitir o Islam. Cada vez que estou de pé na Rawdha (Jardim, lugar onde ele está enterrado) do Profeta, sinto-me muito pequeno e também sinto a responsabilidade enorme que levo sobre meus ombros em falar dele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). É por isso que escolhemos o nome de “Sobre os passos do bem-amado” para o nosso programa, porque o amaremos juntos e aprenderemos muitas lições a partir de sua vida.

Aprenderemos lições sobre a manutenção de um espírito moral elevado, e não nos entregaremos ao desespero. Este lugar testemunha que a esperança está justificada com toda a evidência, por mais escuro que pareça o futuro. Aprenderemos lições sobre as virtudes morais e éticas. Sua Sirah (biografia) está repleta de tais lições. Também aprenderemos que nossos direitos são tão preciosos que merecem que lutemos por eles. Aprenderemos lições de sacrifício, amabilidade, planejamento e administração, e sobre a arte de tratarmos com a esposa, a habilidade de encabeçar uma família estável, etc. Além disso, aprenderemos lições sobre o ressurgimento da Nação Islâmica e como planejarmos para consegui-lo.

Você sabe por que estudaremos a Sirah (biografia) do Profeta? Estudaremos por 3 razões: Primeira: a experiência com melhor êxito para conseguir o ressurgimento é a do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), e não falo isso porque sou muçulmano ou por que estou em Madina e sim porque é a verdade. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) nasceu órfão nos desertos de Makka, foi desvinculado de todos os vínculos familiares, sem pais, sem irmãos e sem filhos do sexo masculino. Foi iletrado, foi enviado a uma nação que não tinha condições favoráveis para o ressurgimento, uma nação que se constituía em tribos que combatiam entre si e que viviam do pastoreio, e em 20 anos pode transformá-la na maior nação da história. Revelaremos os segredos disso durante este mês. E seu ressurgimento durou 1000 anos, porque foi conseguida com sacrifícios, fé, planejamento e fidelidade. Muhamad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) mudou a história deste planeta e sua existência marcou um ponto de inflexão na história. Sua influência chegou muito longe: o mundo árabe, Espanha, Andaluzia,etc, inclusive as repúblicas soviéticas mudaram.

Duas potências colossais, os persas e os romanos foram destruídos. Seu efeito alcançou a Europa que construiu o seu próprio renascimento utilizando a cultura e as ciências árabes e aprendendo do Islam seus princípios éticos de igualdade, liberdade e justiça e introduziu o direito das mulheres, das crianças e aboliu a escravidão.

Seu efeito também conduziu a exploração da rota do “Cabo da Boa Esperança” que por sua vez conduziu a exploração da América. E agora as mesquitas estão em todos os lugares do mundo, escuta-se o Adhan (Chamada para as orações) em todo o globo, milhões de muçulmanos fazem as peregrinações maior e menor a cada ano, milhões jejuam cada ano ao mesmo tempo devido ao efeito de Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).

Seu efeito é duradouro, diferentemente dos outros grandes homens como Shakespeare,Voltaire, Aristóteles, Platão, Alexandre o Grande e Napoleão, cujos efeitos foram limitados a 20 ou 30 anos após a sua morte.

Sua experiência de ressurgimento foi completa. Teve todos os elementos que o conduziram ao êxito. Foi baseada no planejamento, na política, na paz, na força militar, no equilíbrio entre a justiça e direitos e no equilíbrio entre o material e o espiritual. Não existiu outra experiência humana, nem mesmo a dos faraós do “Antigo Egito”, nem os romanos, nem mesmo a da Moderna Europa pode ser comparada ao ressurgimento de Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).

Segundo: Estudaremos a Sirah (biografia) porque não encontraremos outro exemplo a seguir que seja mais compreensível que a de Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), sendo que Allah, Louvado Seja, lhe concedeu todas as experiências que um ser humano pode necessitar.

Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) é a única pessoa da face da Terra a quem você pode seguir em todos os assuntos da sua vida, ao contrário de outros que tiveram êxito somente em um assunto.

Por exemplo: Você pode seguir o exemplo do querido Profeta Isa (Jesus) (que a paz esteja com ele) como um pobre abstinente, um cidadão paciente ou como um jovem piedoso, mas você não pode seguir seu exemplo como um avô, um pai, como um esposo, simplesmente porque ele não se casou. Você pode seguir o exemplo de Salomão (que a paz esteja com ele) como um governante justo ou como  um rico que se mostrou agradecido para com o seu Senhor, mas não como um cidadão débil ou como um oprimido pobre, simplesmente porque ele não experimentou esses tipos de vida. O único homem que passou por todas as experiências foi o bem-amado Muhammad (que a paz e as bênçãos estejam sobre ele). Experimentou a pobreza e a riqueza, foi débil e foi forte, viveu como um cidadão governado debaixo da soberania dos outros e como governante, se esforçou para conseguir a paz e também foi um grande líder conquistador.

Se você é rico você pode seguir seu exemplo quando ele recebeu dinheiro e tesouros que preencheriam o espaço entre duas montanhas. Se você é pobre, você pode seguir seu exemplo quando amarrava uma pedra em seu ventre para diminuir a dor de sua fome. Se você é um professor você pode seguir seu exemplo quanto à maneira que tratava com seus companheiros, se você é um aluno você pode seguir seu exemplo quando recebia a Revelação através do anjo Gabriel, etc.

Foi o único que foi esposo de uma só mulher e após de várias mulheres, teve filhos e sofreu com a morte de alguns deles.Tudo está em sua vida. Você poderá segui-lo em cada aspecto de sua vida.

Finalmente estudaremos sua Sirah ou biografia por que Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) é a maior personalidade da história. Qualquer outro grande homem se sobressaiu em um só campo da vida. O único homem que foi grande em tudo foi Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele).

Repare na grandeza de sua moral e seu comportamento: Ele nunca ficou nervoso por qualquer razão, nunca se vingou por motivo pessoal, nunca bateu em uma mulher, nunca quebrou uma promessa e nunca traiu ou mentiu.

“No dia da conquista de Makkah, Abdullah Ibn-Sa'd Ibn-Abu-Sarh se escondeu com Othman Ibn Affan. Othman lhe levou e fez com que ele se apresentasse ao Profeta Muhamad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e disse: ‘Oh Mensageiro de Allah você aceita a lealdade de Abdullah?’Então, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) levantou a cabeça e olhou para ele 3 vezes negando-se em cada uma delas, mas aceitou a sua lealdade na terceira. Logo o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) se dirigiu a seus companheiros e disse: ‘Não houve um homem sensato dentre vocês que se mantivesse em pé na frente dele quando viu que eu havia retido minha mão para não aceitar a sua lealdade para matá-lo?’ Responderam: ‘Não sabíamos o que havia em seu coração oh Mensageiro de Allah, porque você não nos fez um sinal com seus olhos?’ Ele disse: ‘Não é característica de um Profeta fazer truques enganosos com seus olhos’”. Hadiss autêntico- parte da tradução de Sunan Abu-Dawud- livro 38- número 4346

Antes de receber a Revelação lhe chamavam de veraz e de fidedigno e depois sua moral e seus comportamentos foram inspirados do Qur’an. Foi grande sendo um político sensato e um guerreiro. Foi grande em sua espiritualidade, repare no seu dito: “Me submeto a Ele e faço submeter-se a Ele meu ouvido, minha vista, meu tutano, meus ossos e meus tendões” (Hadith bom- autêntico. Tradução de Sahih Muslim, livro 4: numero 1695). Chorava amargamente e quando Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) tentava acalmá-lo ele respondia: “Acaso não devo ser um servo agradecido a Allah?” Hadith autêntico, tradução de Sahih Bukhari, Livro 60: (Número 361)

Escute-o quando diz: “O que posso desejar dessa vida se não estou nela senão como um passageiro que se sentou protegendo-se abaixo da sombra de uma árvore e logo a deixou e seguiu o seu caminho”  Hadith autêntico, tradução de Sahih Bukhari, Livro 60: Número 361.

Observe a sua coragem e a maneira como trata com os jovens:

O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) passou por algumas pessoas da tribo Aslam quando estavam praticando o tiro ao arco. O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Oh descendentes de Ismael (que a paz esteja com ele) pratiquem o tiro ao arco já que vosso pai era um grande arqueiro. Eu estou com a equipe do filho de fulano e do filho do sicrano” Ao ouvir isso, uma das duas equipes parou de jogar. O Profeta de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) lhes perguntou: “Porque pararam de jogar?” Responderam: “Oh Mensageiro de Allah como jogaremos se estás na equipe adversária?” Ele respondeu: “Joguem, pois estou com todos vocês”.

Era grande também aos olhos de seus próprios inimigos. Permaneceu em Makkah ao longo de 40 anos e mais alguns anos depois da profecia e nunca encontraram a menor falha que seja em seu caráter.Eles não puderam pronunciar uma má palavra acerca de sua moralidade e suas faculdades.

Você sabe agora porque estudaremos a sua Sirah (biografia)?

Acaso você não está sentindo seu amor alagando seu coração?

Professor Amro khaled,

Tradução irmã Zohra!