Os Sahaba

Companheiros e Amigos do Profeta


Um Sahabi; é a pessoa que no estado de Iman "crença" viu ou esteve na presença do Profeta Muhammad(que a Paz e Bênção de Deus estejam sobre ele), como no caso de Abdallah Ibn Ummi Maktum que era um cego; e faleceu nesse mesmo estado de Iman.

O Alcorão e o Hadiss estão repletos de testemunhos de que o Sahabas são virtuosos, e são os critérios da verdade. Eles são os mais ilustres no Islam. A dignidade e honra reservada a eles é tão grande que até Deus os escolheu para fazerem companhia ao Seu último Profeta e escutarem o Alcorão diretamente do Profeta Muhammad.

Foi também a firmeza dos Sahabas que ajudou a engrandecer o Islam, eles apoiaram o Profeta Muhammad nos momentos difíceis do Islam, sacrificaram as suas vidas para contentarem a Deus e o seu Mensageiro. A história não pode mostrar outro grupo de pessoas que se sacrificou tanto para glorificar o nome de Deus.

Há aproximadamente cem Ayats (versículos) no Alcorão que coloca o selo da santidade a elevada posição dos Sahabas.

Amor pelos Sahabas é um constituinte importante do Iman. Quem tem o mínimo de Iman nunca se atreverá ir contra os Sahabas.

O Profeta Muhammad disse:

‘’Que nenhum de vós fale mal dos meus Sahabas, pois se alguém de vós gastar (em caridade) ouro do tamanho da montanha de Uhud, jamais chegará a uma mão cheia de tâmaras gastas pelos Sahabas no caminho de Deus.’’

Deus diz no Alcorão que Ele está satisfeito com os Sahabas e os Sahabas estão satisfeitos com Ele. O Profeta Muhammad disse:

‘’Os meus companheiros são como os Astros, a qualquer um deles que seguirdes estareis bem encaminhados (guiados).’’

Eis aqui alguns Ayats relacionados com os Sahabas:

‘’Quanto aos primeiros muçulmanos, dentre os muhajirin e os ansar, que imitaram o glorioso exemplo daqueles, Deus se comprazerá com eles e eles se comprazerão n’Ele; e lhes destinou jardins, abaixo dos quais correm os rios, onde morarão eternamente. Tal é o magnífico benefício.’’ (Alcorão Sagrado 9:100)

‘’Porém, o Mensageiro e os fiéis que com ele sacrificaram seus bens e pessoas obterão as melhores dádivas e serão bem-aventurados. Deus lhes destinou jardins, abaixo dos quais correm os rios, onde morarão eternamente. Tal é a magnífica recompensa.’’ (Alcorão Sagrado 9:88 e 89)

Foi através dos Sahabas que o mundo aprendeu o Din, estabeleceu a verdadeira Chari’ah e obteve a Sunnah do Profeta Muhammad.

Pois, eles foram os primeiros narradores do Din trazido por Muhammad a humanidade.

Dentre os Sahabas os mais ilustres e célebres são os quatro Khulafá Rashidun (sucessores bem guiados); Abu Bakr, o primeiro Khalifa, seguido de Umar, o segundo Khalifa, depois o Uthman, o terceiro Khalifa e é ‘Ali, o quarto Khalifa.

Abu Bakr As-Siddiq

1º Khalifa


Após o falecimento do Profeta Muhammad os Ansar e Muhajirin Radiallahu Taala Anhum, juntaram-se num local chamado Saquifa Bani Sa'ad e unanimemente nomearam Abu Bakr, como o primeiro Khalifa dos muçulmanos, e todos, incluindo ‘Ali Bin Abi Talíb prestaram-lhe juramento de fidelidade. Isto porque reconheceram-no entre eles com o mais elevado grau de piedade, justiça e conhecimento do Din.

Era mais que lógico que todos aqueles Sahabas não se uniriam numa causa injusta e numa decisão errada, pois o Profeta Muhammad disse:

‘’O meu Ummah todo não pode unir-se na falsidade’’

Abu Bakr As-Siddiq, foi uma pessoa de grandes virtudes no Islam, mencionadas no Alcorão e nos Hadiss. Abu Bakr esteve junto com o Profeta Muhammad na caverna durante a emigração de Makkah para Madina, assim como consta no Alcorão:

‘’Se não o socorrerdes (o Profeta), Deus o socorrerá, como fez quando os incrédulos o desterraram. Quando estava na caverna com um companheiro(referencia a Abu Bakr), disse-lhe: Não te aflijas, porque Deus está conosco! Deus infundiu nele o Seu sossego, confortou-o com tropas celestiais que não poderíeis ver, rebaixando ao mínimo a palavra dos incrédulos, enaltecendo ao máximo a palavra de Deus, porque Deus é Poderoso, Prudentíssimo.’’ (Alcorão Sagrado 9:40)

O Profeta Muhammad disse que dentre todas as pessoas, se havia alguém a quem ele algo devia esse era o Abu Bakr, e se tivesse que tomar alguém por amigo íntimo (Khalil) fora de Deus tomaria Abu Bakr, pois ele era seu irmão de fé e companheiro.

Consta no Al Bukhari; que uma pessoa perguntou a Muhammad :

‘’Quem é o, mais querido para ti? O Profeta respondeu: Aisha (sua esposa). O homem retorquiu: E entre os homens? O Profeta respondeu.- O Pai dela (isto é, Abu Bakr). A seguir o homem perguntou: e depois quem é? O Profeta disse; Umar.’’

Consta no At-Tirmizi que Muhammad disse:

‘’Restituímos a todos, os favores que devíamos, exceto a Abu Bakr, cujos favores são tantos que só Deus é que lhe vai pagar.’’

Consta ainda no At-Tirmizi que o Profeta Muhammad disse a Abu Bakr:

‘’Tu estás salvo do fogo do inferno, tu foste o meu companheiro na caverna e serás também o meu companheiro no lago Al-Kauthar.’’

Em outro hadiss relatado por Abu Dawud, o Profeta Muhammad disse a Abu Bakr:

‘’Ó Abu Bakr! Do meu Ummah tu serás o primeiro a entrar no Jannah"Paraíso".’’

At-Tirmizi relata que o Muhammad disse:

''Todos os Profetas tiveram dois wazires (ministros) no céu e dois na terra, os meus dois no céu são os anjos (Jibrail é Mikail), e aqui na terra são Abu Bakr e Umar.''

O Profeta Muhammad durante a sua vida já havia dado indicações diretas ou indiretamente de que o seu sucessor seria Abu Bakr, como foi o caso de o escolher para ser o Imam.

Uma senhora foi pedir algo ao Profeta Muhammad que aceitou, mas disse-lhe para ali voltar mais tarde e a senhora perguntou: E se eu não te encontrar? O Profeta Muhammad disse: ‘’Se não me encontrares vais ter com Abu Bakr.’’

At-Tirmizi relata, que o Profeta Muhammad disse:

‘’Segui o caminho daqueles que virão depois de mim; Abu Bakr e Umar.’’

Abu Bakr foi o primeiro homem a aceitar o Islam, foi sempre firme e fiel ao lado do Profeta Muhammad suportou torturas e todo o tipo de perseguições, esteve, sempre presente na companhia de Muhammad em todas as batalhas.

Numa das ocasiões entregou toda a sua riqueza, não deixando absolutamente nada em casa, para a causa de Deus. O Profeta Muhammad costumava consultá-lo, em todos os assuntos importantes era conhecido como o seu Ministro.

Consta no Al Bukhari que ‘Ali disse uma vez que depois do Profeta Muhammad ; Abu Bakr é o melhor entre todos eles. A seguir era Umar, e depois de Umar era uma outra pessoa. Então o filho de Ali chamado Muhammad ibn Hanifa ali presente disse: Ó pai a seguir és tu! ‘Ali respondeu: Eu sou uma entre essas pessoas.

Foi na base das grandes virtudes que o caracterizavam que os Muçulmanos o reconheceram entre todos os Sahabas o mais qualificado para esse cargo e o escolheram para sucessor e Khalifa do Profeta Muhammad . O Califado de Abu Bakr durou dois anos, três meses e nove dias, faleceu entre Maghrib e o Isha com 63 anos, no dia 17 de jamadil-Akhar, ano 17 depois da Hégira, está sepultado ao lado do Profeta Muhammad , na cidade de Madina.

Umar Ibn Khattab
2º Khalifa



Depois da morte de Abu Bakr, Umar Ibn Kattab foi nomeado unanimemente pelos Muhajirin e Ansar (todos muçulmanos) como segundo Khalifa por sugestão de Abu Bakr.

Umar, um homem de muita fibra foi companheiro do Profeta Muhammad , e era possuidor de grandes virtudes.

O Profeta Muhammad ; diz a respeito dele em um hadiss relatado por Abu Dawud:

‘’Deus colocou a verdade na língua de Umar.’’

Em outro Hadiss relatado por At-Tirmizi disse:

‘’Se houvesse outro Profeta depois de mim esse seria Umar.’’

E disse:

‘’Houve pessoas inspiradas dentre as comunidades que estavam antes de vós, e se há algum desses entre vós, esse é Umar Ibn Al-Khattab.’’
(Relatado por Al-Bukhári, Muslim)

O Profeta Muhammad disse a Umar:

‘’Ó Umar se tu estiveres a andar num caminho e Shaitan estiver também nesse mesmo caminho, ele preferirá mudar para outro caminho. (É o reconhecimento da sua firmeza).’’

O Profeta Muhammad diz em um hadiss (relatado por Al-Bukhari e Muslim) que enquanto ele dormia trouxeram-lhe uma chávena de leite, ele bebeu-a e, depois de estar satisfeito deu o resto a Umar. Perguntaram-lhe qual era a interpretação disso? Muhammad  disse:

‘’É o 'Ilm (a sabedoria).’’

Isto é, Muhammad  absorveu todo ilm que podia e o que restou passou para Umar. (Era reconhecimento do seu 'Ilm).

Antes de Umar tornar-se muçulmano o Profeta Muhammad tinha feito o seguinte duá:

‘’Ó Deus fortifica o Islam com um dos dois Umar’’

Que eram; Umar Ibn Al-Hakam conhecido por Abu Jahal e Umar Ibn Al-Khattab.

Deus aceitou o pedido do Profeta Muhammad a favor de Umar Ibn Al-Khattab.

De fato o Islam tornou-se bem forte após a entrada de Umar Ibn Al-Khattab. Foi durante o Califado de Umar que o Islamismo se expandiu a 36 mil cidades que entraram sob o controle de Islam na Ásia Central, Norte da África, etc.

Isto é mais uma evidência do reforço e contribuição na expansão do Islam durante a sua era, prognosticado pelo Profeta Muhammad .

Umar faleceu com 63 anos no dia um 1 de Muharram no ano 24 depois de Hégira, o seu Califado durou 10 anos, 6 meses e 5 dias. Foi enterrado ao lado do Profeta Muhammad , na cidade de Madina.

Usman Ibn Affan
3º Califa



Quando o majussi (adorador do fogo) escravo, de Al-Mughira Ibn Shoba chamado Abu Lulu, feriu mortalmente a Umar durante a oração Al-Fajr, e os Sahabas viram que a situação de Umar era crítica, só viveu 3 dias depois deste incidente, disseram-lhe para nomear um Khalifa.

Umar escolheu seis pessoas e disse que o Khalifa teria de ser escolhido entre aqueles seis. Disse-lhes ainda que poderiam tomar o seu filho Abdallah Ibn Umar como conselheiro, mas não designá-lo como Khalifa.E por motivos de segurança disse a Miqdad Al-Aswad:

Essa gente vai provavelmente juntar-se na casa de alguém, tu, deves guardá-la com uma espada nua. Não deixes ninguém além deles entrar na casa. Se eles não chegarem a uma conclusão no primeiro dia, continuarão a reunir-se no segundo dia, e tu deverás continuar a guardá-la no dia seguinte. Se eles não chegarem a uma conclusão no segundo dia, continuarão a sua reunião no terceiro dia e tu deverás continuar a guardá-la, e dizer-lhes que eles não terão permissão de abandonar a casa enquanto não for nomeado um Khalifa entre os seis, que eram, Uthman, ‘Ali, Abdurrahman Bin Auf, Talha, Zubair e Sa'ad Bin Waqqas.

E assim sucedeu, os seis Sahabas escolhidos juntaram-se em uma casa e a decisão final só apareceu no terceiro dia, e foi nomeado Uthman como o terceiro Khalifa, e unanimemente todos lhe prestaram o juramento de fidelidade.

Usman foi companheiro do Profeta Muhammad  disse:

‘’E os anjos demonstraram a modéstia a Usman, porque então, eu não a demonstrarei a ele?’’
(Muslim)

Muhammad disse:

‘’Cada Profeta terá um amigo no Jannah e o meu será Usman.’’
(Tirmizi)

Uthman tinha o título de Zin-Nurain o possuidor de duas luzes, isto porque se casou, com duas das filhas do Profeta Muhammad ; Rukaia e Umm Kulsum, uma após outra.

Uma vez o Profeta Muhammad subiu a montanha de Uhud juntamente com Abu Bakr, Umar e Usman, e a montanha começou a tremer, então o Profeta Muhammad falando para a montanha; disse:

’Tem calma, pois hoje está por cima de ti um Profeta, um Siddiq (verdadeiro) e dois mártires (Shahid).''

A seqüência dos nomes mencionados neste hadiss também indica a seqüência dos seus graus.

O Califado de Uthman durou doze anos aproximadamente, Uthman martirizou-se no dia 18 de Zul-Hijja ano 35 depois de Hégira, foi sepultado no Jannatul Baqui.

'Ali Ibn Abu Tallib
4º Califa


Depois de martírio de Usman; 'Ali, primo e genro do Profeta Muhammad foi nomeado como Califa. 'Ali também foi pessoa com grandes virtudes, e a seu respeito o Profeta Muhammad disse:

‘’Eu sou a cidade de Prudência e 'Ali a sua porta.’’
(At-Tirmizi)

O Profeta Muhammad disse-lhe:

‘’ Tu és para mim como o Harun (Aarão) foi para Mussa (Moisés), a diferença é que não haverá outro Profeta depois de mim.’’
(Al-Bukhari e Muslim)

E disse:

‘’Aquele que é crente de certo que vai amar 'Ali e aquele que é hipócrita vai odiá-lo.’’ (Muslim, Ahmad e Tirmizi).

O Profeta Muhammad disse:

‘’Quem abusa de 'Ali está a abusar de mim.’’
(Narrado por Ahmad)

Durante a emigração o Profeta Muhammad escolheu o seu melhor amigo (Abu Bakr) para lhe acompanhar e também escolheu 'Ali para uma importante missão de grande risco de ocupar a sua cama, na casa do Profeta Muhammad e finalmente devolver os depósitos aos donos.

O Califado de ‘Ali durou cinco anos aproximadamente martirizou-se no dia 18 de Ramadan, ano 40 após Hégira, foi sepultado em Najaf, perto de Kufa no Iraque.

Depois do martírio de ‘Ali, os Muhajirin, e Ansar nomearam a Hassan seu filho como Califa, este governou apenas seis meses e tendo a seguir entregue o poder a Muawiya.

Depois dos Khulafa ar-Rashidun distinguem-se os ashra Mubashara Bil Jannah; que são os dez Sahabas a quem o Profeta Muhammad  lhes anunciou aqui neste Mundo a boa nova da sua entrada no Jannah (Paraíso) por causa do grande sacrifício que eles fizeram para o engrandecimento do Islam. Eis aqui os seus nomes incluindo os quatro Califas:

ABU BAKR ASSIDIQ;

UMAR IBN AL-KHATTAB;

UTHMAN IBN AFFAN;

ALI IBN ABI TALLIB;

TALHA;

ZUBAIR;

ABDARRAHMAN IBN AUF;

SAA'D IBN ABI WAQA'S;

SAID IBN ZAID;

ABU UBAIDAH IBN AL JARRAH.


Além destes há outros mais a quem o Profeta Muhammad deu as boas novas da entrada no Jannah, que é o caso da sua filha Fátima, a respeito dela o Profeta Muhammad disse; que ela será líder das mulheres no Jannat, e de seus netos Hassan e Hussain que serão os líderes dos jovens no Jannah. (At-Tirmizi)

Da mesma forma tiveram o privilegio de receberem a boa nova da entrada no Paraíso; Aisha, Hamza, Abbas, Salman, Suhail e Ammár Bin Yassir.

Depois dos Ashara Mubashara, vem o grau dos que participaram na batalha de Badr, a seguir são os que participaram na batalha de Uhud, e depois são os que participaram no Baiat Ar-Ridwan, a respeito dos quais Deus disse:

"Deus Se congratulou com os fiéis, que te juraram fidelidade, debaixo da árvore. Bem sabia quanto encerravam os seus corações e, por isso infundiu-lhes o sossego e os recompensou com um triunfo imediato.’’
(Alcorão Sagrado 48:18)

E assim sucessivamente consoante o trabalho que cada um prestou para o engrandecimento do Islam; Deus diz a seu favor.

‘’Quanto aos fiéis que migraram e combateram pela causa de Deus, assim como aqueles que os apararam e os secundaram – estes são os verdadeiros fiéis – obterão indulgência e magnífico sustento.’’
(Alcorão Sagrado 8:74)

‘’Muhammad é o Mensageiro de Deus, e aqueles que estão com ele são severos para com os incrédulos, porém compassivos entre si. Vê-los-ás genuflexos, prostrados, anelando a graça de Deus e a Sua complacência. Seus rostos estarão marcados com os traços da prostração.’’
(Alcorão Sagrado 48:29)


AMINUDDIN MUHAMMAD
A FÉ E A CRENÇA MUÇULMANA